Você sabia ?
Via Anchieta: + 104 de Milhões de Veículos em 26 Anos ?

A ferrovia e a estrada estavam no auge, por volta de 1910. Mas aí começou a queda. Em 1920 as duas juntas já não eram suficiente atender a demanda por transporte na região. A ferrovia começou a ter congestionamentos e a estrada apresentava vários fatores que limitavam o número de veículos circulando nela. Nessa época, São Paulo, o ABC e Cubatão estavam consolidando-se como parques industriais, aumentando ainda mais a demanda pela ligação entre elas. A cidade de Santos e toda a sua baixada estavam se transformando em Pólos Turísticos, o que decididamente exigia uma nova ligação entre a planície e o planalto. Em 1947 foi inaugurada a primeira pista da Via Anchieta, e em 1953 a segunda. As técnicas de construção da Via Anchieta eram muito mais aprimoradas do que a do Caminho do Mar, que já estava sendo apelidada de Caminho Velho do Mar e Estrada Velha de Santos. 

No ano de 1937, o Caminho do Mar já estava obsoleto, não mais atendendo às necessidades viárias do desenvolvimento do Estado de São Paulo.  Assembléia Legislativa concedida a Luiz Romero Sanson e D. L. Derrom o direito para construção de uma estrada, ligando a Capital a Santos, como empreendimento privado. A crise daquele ano de 1929, no entanto, interrompia os entendimentos para obtenção de financiamentos e os contratos foram por água abaixo.

Em 1934, era autorizada a construção, mas somente cinco anos depois tinham início os trabalhos da Via Anchieta. Na época, os altos padrões técnicos usados geraram problemas, a ponto de as autoridades do Estado Novo terem considerado a obra desnecessária e de custos elevados.

Inauguração da Via Anchieta, em 1947
Foto: Rafael Dias Herrera
Acervo Fundação Arquivo e Memória de Santos (FAMS)

A Segunda Guerra Mundial também prejudicou o andamento dos trabalhos na Via Anchieta que, em meados de 1940, tinha concluída a terraplanagem dos primeiros 10 km, do total de 55,900 km. Sete anos mais tarde, em abril de 1947, era inaugurada a pista ascendente e a segunda em 1953, trazendo mais movimento, com o crescimento do Porto de Santos e da Baixada Santista. Com 58 viadutos, 18 pontes e cinco túneis, a Via Anchieta passou a constituir-se um dos mais importantes corredores de exportação.

Em 6 de março de 1969, decreto estadual estabelecia a concessão à Dersa - Desenvolvimento Rodoviário, para exploração do uso da Anchieta (SP 150). A Ecovias, concessionária desde 29 de maio de 1998, juntamente com a imigrantes (SP 160), informou que trabalha para reduzir a lentidão do tráfego em fins de semana e em feriados prolongados, quando mais de 1,5 milhão de pessoas vão para o litoral, o que representa cerca de 500 mil veículos.

A Via Anchieta recebia a média de 768 veículos por dia, em 1948. De 1972 a maio de 1998, pagaram pedágio na rodovia nada menos do que 104.628.534 veículos. 

 

 

 

 

home placas decorativas placas personalizadas placas de sinalização
faça seu pedido curiosidades fale conosco

 

       
 
Av. Gabriela Mistral, 1193 - São Paulo - SP - 03701-010
 - Brasil

Telefone:(11) 2641-4929